Berlim; arquiteturismo que vale a pena

Queridos leitores, às vezes lugares nos surpreendem muito mais do que imaginávamos, acredito cada vez mais que cidades  são organismos  vivos pulsantes que quando sofrem uma interferência brusca podem se regenerar após algum tempo.

Imagem/Parlamento alemão/Paula Figueiredo

Berlim é para mim um caso interessante ! A cidade comemorou no último 03 de outubro de 2018, embora a data  da queda  seja no dia 09 de novembro, seu vigésimo primeiro aniversário da queda  de seu tão histórico muro que manteve a cidade dividida entre os  anos  de 1961 até 1989 com uma situação de verdadeira esquizofrenia geopolítica cortando-a  em duas partes cada uma governada por regimes ideologicamente inimigos . Uma cidade dividida é um organismo ferido!

Imagem/Potsdam/Paula Figueiredo

O muro não respeitou casas, ruas ou bairros e em sua queda deixou uma cicatriz urbana que vem sendo cada vez mais apagada pelo novo planejamento urbano.

Há uma linha indicando no  no piso de praças, próximas aos portais de entrada  da  cidade e ficaram apenas pequenos pedaços dele com manifestações artísticas interessantes em locais contemplativos como às margens do  rio Elba.

Imagem/Portal de Brandemburgo/Paula Figueiredo

Um fato interessante é  que  a cidade possui hoje três centros comercias: o leste, oeste e o centro moderno. O bairro de Prenzlauer Berg  é hoje um local onde vivem os jovens casais e os estrangeiros, cheios de cafés, casas de doces, lojas, parques e escritórios de prestação de serviços inclusive de Arquitetura, e não  são  poucos, pois a cidade é  um canteiro  de obras e restaurações. No centro moderno pode-se  visualizar experiências arquitetônicas de vanguarda, são tantas que é preciso tempo para  contemplar e não deixar de visitar  Potzdam com seus castelos, lagos e seu centro comercial em estilo holandês. Outro local imperdível é ir até o Parlamento Alemão com sua fachada restaurada e seu interior totalmente moderno . Ali pode-se contemplar um por do sol lindíssimo e ter uma aula dos trezentos e sessenta graus da cidade, arquiteturismo que vale a pena.

Arquiteta Paula Figueiredo

www.arquitetapaulafigueiredo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *